Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

Blogosfera - Motivações Básicas II

[ 0004 ]

"Ser jornalista é, antes de mais, pensar. Tentar perceber, encontrar pontes, pontos de ancoragem, entre o que surge como objecto e uma perspectiva própria. Filtrar em si aquilo que se noticia ou reporta, verter a voz no que faz".
Fernanda Câncio, Para que serve um jornal, DN, 21.7.2006

"A TV dá notícias pela rama, elegendo o sensacionalismo em detrimento da profundidade e da reflexão e apostando tudo na força das imagens? Eis os jornais a diminuir o tamanho dos textos, a segmentá-los em pedacinhos mais deglutíveis, a carregar-se de fotos e infografias como se esse mimetismo não fizesse mais que assumir e apressar a derrota. As pessoas estão cada vez mais ignorantes e lêem cada vez menos? Dêmos-lhes cada vez menos que pensar e menos que ler".
Idem, Ibid.

via "Jornalismo e Comunicação"

 

 

A Informação Alternativa

O blog informativo é, por excelência, o mais difícil de manter. A sua actualização constante, a sua periodicidade, tornam-no uma ocupação a tempo inteiro.

O seu objectivo principal parece ser o de fazer chegar a informação que não aparece noutros meios ou de desenvolver temas com mais profundidade, recolhendo matéria diversa. Este tipo de blog, no entanto, não consegue, na maioria das vezes, escapar ao cunho marcadamente pessoal do autor sendo, por vezes, apenas mais um blog de opinião.

Não raras vezes, e à semelhança dos restantes orgãos informativos, limita-se apenas a fazer copy-paste da notícia e a despachar uma ou outra opinião sobre o assunto.

A diferença está, uma vez mais, na assinatura e na responsabilidade que esta implica. Nada me impede de ter um blog supostamente informativo que divulgue notícias temperadas a meu gosto. Essas notícias, de uma forma ou de outra, irão parar a um motor de busca qualquer e, dada uma procura de artigos acerca de um determinado assunto, uma qualquer pessoa deparará com o meu escrito, por exemplo, no Google.

Está no meio, o que a fará diferente das outras em termos de fidelidade ao tema, de objectividade? Eu, [ cjt ], sou tão fidedigno como qualquer outro que assine com três iniciais? Eu, Carlos José Teixeira, serei tão autorizado a divulgar objectivamente a notícia e a tecer considerações acerca desta? Claro que sim.

A democratização do sistema informativo [se podemos considerar um sistema] é, neste contexto, um problema. Se eu opto por canalizar informação, devo claramente indicar a sua proveniência e se acho que devo tecer um comentário, devo fazê-lo esclarecendo que este não faz parte da notíca.

A maioria dos blogs de carácter informativo não cumprem estas regras. Limitam-se a divulgar uma qualquer notícia recorrendo à cópia e, mesmo referindo a sua origem [o que acontece em bastantes casos por intermédio de link e não como na "caixa acima"], não se coibem de dar as suas opiniões ainda no corpo do artigo, tornando este uma mera opinião mas de forma que, muitas das vezes, não se distingue muito bem o que é notícia e o que é opinião.

A motivação básica deste bloggers "jornalistas" é a de obterem feedback polémico que sustente as suas caixas de comentários, os seus e-mails e os pay-per-click. Não deve ser confundida com a dos blogs realmente informativos que, apesar de serem milhentos a expor a mesma notícia, não misturam alhos com bugalhos.

A destes últimos parece ser a de realmente oferecerem canais alternativos onde a notícia possa ser aprofundada, desenvolvida e discutida. A opinião cabe ao leitor e só a este.

[ categorias ]:
[ cjt ] às 08:14
link | comentar | favorito
@
> subscrição ao fundo da página

[ categorias ]

acerca do [anti-blog]

blocrítica

blog

blogosfera

blogs

correio

imagem

literatura

opinião

porto

todas as tags

[ frescos ]

bLógica

...

Caixa do correio

Agradecimentos

...

Avenida Perdida

De volta...

Blogosfera - Motivações B...

...

A Softer World

Blogosfera - Motivações B...

...

[ post-it ]

Blogosfera - Motivações B...

Divulgação

[ arquivo ]

Setembro 2006

Agosto 2006

subscrever feeds

[ críticas ]

"Hummm... este blog é muito bom mas não é tão bom como o ABRUPTO" terá dito JPP, aqui citado pelo Senhor Anónimo, provável blogger e conhecido comentarista de blogs, cujas opiniões são geralmente muito bem fundamentadas.
"Ele não conseguiu tirar os olhos do blog e, nessa mesma noite ouviam-se os seus gritos desesperados: QUEM ME DERA A MIM TER UM BLOG ASSIM!!!"
Esta frase rapidamente passou a ser considerada uma classificação estampada em todos os blogs de bom gosto.

[ prémios ]

Este blog ostenta orgulhosamente a classificação de:
QUEM ME DERA A MIM TER UM BLOG ASSIM

[ ligações ]


1 - [próprios]

 

2 - [colectivos]

 

3 - [info]

 

4 - [ leituras ]

 

5 - [info internacional]

[ pesquisar]