Quarta-feira, 23 de Agosto de 2006

A Boavista e o Calhau

[ 0010 ]

Agora, isto lembra-me uma questão que me persegue há anos - porque será que me sinto sempre bem quando estou no edifício da Fundação Calouste Gulbenkian?? Ou nos seus jardins?? Eu acho que a resposta está algures entre o fim do império romano e a idade das trevas dos bárbaros... Fica a impressão de um hiato durante o qual andamos todos um bocado perdidos e até esquecemos, em nome de uma assinatura de ruptura em nome de uma ideologia qualquer sem nexo, as mais elementares soluções de bom senso...

Um abraço jovem
[ Paulo Espinha @ a Baixa do Porto ]

Realmente aos olhos ignorantes das coisas arquitectónicas como são os meus, há qualquer coisa que falta ali, em redor daquele maciço da Casa da Música. A falta de uma envolvente ao edifício faz com que este, assim despido, se mostre tão orgulhosamente como um calhau de dimensões monstruosas que caiu, ressaltou e, finalmente, ali ficou parado na inútil espera de uns serviços camarários que o recolham.

Não tenho dúvidas em relação à existência de ousadas complexidades arquitectónicas [que, de resto, os meus complexados olhos não conseguem divisar] e muito menos da qualidade dos materiais utilizados que já tive oportunidade de apreciar em espectáculos. Sim, as cadeiras, a insonorização, o ambiente criado são de excepcional qualidade... mas tudo se desmorona quando saímos do edifício.

E os problemas começam precisamente aí, à saída. A íngreme escadaria, sem corrimão, as luzes que ofuscam, entre outras coisas, têm sido sobejamente apontadas por quem acede ao espaço. Mas isso vinha no pacote e parece que não há muita vontade [ou possibilidade] de contornar. Depois desses precalços, vem a tristeza, a aridez.

Não sei, não conheço os planos para a área, irei verificar. Mas é uma pena que não se faça algo por aquela zona, mais uma zona fantasma da cada vez mais fantasmagórica cidade do Porto.

[ categorias ]: ,
[ cjt ] às 19:25
link | comentar | favorito
@
> subscrição ao fundo da página

[ categorias ]

acerca do [anti-blog]

blocrítica

blog

blogosfera

blogs

correio

imagem

literatura

opinião

porto

todas as tags

[ frescos ]

bLógica

...

Caixa do correio

Agradecimentos

...

Avenida Perdida

De volta...

Blogosfera - Motivações B...

...

A Softer World

Blogosfera - Motivações B...

...

[ post-it ]

Blogosfera - Motivações B...

Divulgação

[ arquivo ]

Setembro 2006

Agosto 2006

subscrever feeds

[ críticas ]

"Hummm... este blog é muito bom mas não é tão bom como o ABRUPTO" terá dito JPP, aqui citado pelo Senhor Anónimo, provável blogger e conhecido comentarista de blogs, cujas opiniões são geralmente muito bem fundamentadas.
"Ele não conseguiu tirar os olhos do blog e, nessa mesma noite ouviam-se os seus gritos desesperados: QUEM ME DERA A MIM TER UM BLOG ASSIM!!!"
Esta frase rapidamente passou a ser considerada uma classificação estampada em todos os blogs de bom gosto.

[ prémios ]

Este blog ostenta orgulhosamente a classificação de:
QUEM ME DERA A MIM TER UM BLOG ASSIM

[ ligações ]


1 - [próprios]

 

2 - [colectivos]

 

3 - [info]

 

4 - [ leituras ]

 

5 - [info internacional]

[ pesquisar]